Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

"Desmotivation".

 

Desde o dia em que o inginheiro Sócras falou ao país que a minha "motivation" para a vida levou um abanão... Foi mesmo tipo gelatina treme-treme (estão a imaginar o efeito?).

 

Estou em "desmotivation" em várias áreas. Começando pelas coisas da vida em si. As coisas da pinguinolância que é vira o disco e toca o mesmo, as chatices caseiras do costume e os fundos bancários que são cada vez menores. Mas não é porque eu gaste mais, é porque andam a meter a unha e eu a deixar. Eu e mais 99.0% dos Tugas.

 

Se a chuva contribuiu para esta "desmotivation"? É possível. Por isso, no fim-de-semana, dediquei-me à culinária e às arrumações na cozinha, que já parecia a Feira da Ladra. Consegui "desbloquear" a minha mesa (lol). Faz-me falta uma bancada maior na cozinha para colocar a minha MFP (máquina de fazer pão) e a minha Dolce Gusto. Como a cozinha não cresceu e como a bancada não esticou, ficaram as duas maquinetas em cima da mesa. Até ver...!

 

Depois eu e o meu ácaro alentejano dedicámo-nos à padaria, que é como quem diz à feitura de pão. De resto, prática que tem sido frequente ao fim-de-semana. Ele é pão de todas as farinhas e feitios, ele é pão com recheios, enfim, é como nos apetecer! E como eu tinha duas maçãs bravo esmolfe (que eu adoro!) a pedir-me para eu fazer qualquer cisa com elas, decidi fazer uma nova receita de bolo de maçã. À primeira vista, não dava-mos um chavo por ele mas assim que começou a crescer.... E depois de arrefecer e cortar uma fatia... hummmm... to die for!

 

E a seguir o que fazer com um tempo tempestuoso de chuva e vento - que por sinal me ia levando, EU, que até nem sou nada levezinha -como esteve no fim-de-semana? Nada melhor do que alaparmo-nos no sofá, enroscadinhos, a ver séries e a beber um chá quentinho e a provar as nossas iguarias...

 

E se vocês não forem gulosos, até vos deixo espreitar as fotos... E mais, se forem bem comportadinhos aindda ponho as receitas no Tastelicious! :)))

 

 

 

Apagão Mental

 

Não me apetece fazer nada. Estou num estado de letargia total. E a desmotivação anda aqui a bater à porta…

Mas isto já não é novidade. Quem me visita diariamente, sabe que ando assim a modos que…

Estou a ficar preocupada. Será da velhice? Estou a ficar esclerosada e nem estou a dar por isso? Será do tempo? O calor esturricou-me os miolos e não sobrou um neurónio para ter uma ideia de jeito? Ou será por me ter armado em “flor de estufa” de há um mês para cá? O frio da estufa deve ter-me congelado as ideias.

Mas parece-me que esta desinspiração anda a afectar muita gente na blogosfera… será um vírus?!? Epá, não me digam que fui apanhada e não dei por isso! Bolas…

 

Até tinha muita coisa para contar mas o meu blog não é totalmente anónimo e posso ferir susceptibilidades.

Podia fazer como muitos e falar sobre a minha família. Mas não, não posso. A minha família não é complicada e não há acontecimentos do outro mundo. Sempre conto aqui umas coisitas da minha mãe, que é quem faz mais gracinhas comigo…

Depois tenho o meu irmão. A esse poderia dedicar um blog inteiro… (um dia destes não escapas!!!)

O meu pai… eh… não há nada de especial também.

Tenho o Bóbi e as suas aventuras caninas. Este cão noutra encarnação deve ter sido ladrão. Depois conto porquê.

Depois vem a secção do N.. Toda a gente sabe que ele está longe de mim… (se alguém souber de um trabalhinho para ele, faxavor contactar a Pessoinha. Temos casa pra pagar e cão para alimentar!)

E o meu Pimentinha que é um must. É o meu fiel amigo, a minha bolinha de pêlo. E pronto! Fiiiiim…

 

Podia falar das minhas amigas mas os nossos encontros são tão fugazes e espaçados que não há nada para contar.

Como podem ver, estou sempre muito sozinha. Com quem é que posso debater ideias? Bem falo com o Bóbi mas ele não deve concordar comigo porque não me liga nenhuma.  :/

A minha vidinha anda tão monótona e triste que deve ser por isso que as ideias não florescem…

 

Aceito sugestões para temas… Senão tenho de me limitar a contar o meu dia-a-dia! :P Depois não se queixem… “Ah e tal a vida dela é tão chatinha que nós nem temos nada para comentar…” Humpf! Obrigadinha, tá?

 

Vou ver se arranjo inspiração para outro lado…